Suplementação

Para que serve o Caseína? Vale a pena usar?

Antes de ler esse artigo, tenho uma pergunta para você: Você tem interesse em demorar muito mais na cama? Quer saber o segredo dos atores pornô e deixar sua mulher LOUCA DE TESÃO? Clique aqui e assista ao vídeo.

A proteína é o alimento mais essencial de macronutrientes, não apenas para quem pratica atividades físicas, mas sendo importante para todas as vidas e oferecendo diversos benefícios com o seu consumo, pois ela é responsável para o funcionamento de todas as funções do corpo.

Mas, quando falamos de suplementação, as que mais costumamos ouvir sobre o seu consumo, e também mais pesquisadas, costumam ser o Whey Protein e a Albumina, sendo a primeira derivada do soro do leite e a segunda da clara do ovo, uma com grau de absorção rápido e a outra de lentamente, mas ambas com benefícios excelentes para o desenvolvimento de massa magra para os praticantes de atividades físicas.

Além dessas, existe um terceiro suplemento proteico, também gerado a partir do leite, que é a Caseína, uma proteína muito mais pura e que pode gerar melhores benefícios até mais que o queridinho do mercado, Whey Protein.

O que é Caseína?

Sendo encontrada no leite de todos os mamíferos, 80% da proteína do leite de vaca é constituída por Caseína, os demais 20% é de onde conseguimos gerar o Whey Protein, onde se localiza a maior concentração dessa proteína conjugada, formada apenas por aminoácidos essenciais, o que a torna uma das proteínas mais nutritivas existentes.

A maior diferença entre esses dois suplementos é o seu tempo de absorção. Enquanto no Whey os seus componentes se mantêm ativos por, no máximo 3 horas, com o uso da Caseína é possível prolongar isso no decorrer de 7 horas de ação, isso devido à sua absorção, que é feita de modo gradativo dentro do estômago, deixando a liberação dos aminoácidos na corrente sanguínea ocorrer por mais tempo, aproveitando melhor os seus benefícios e não esgotando as energias rapidamente.

Devido ao fato de ela possuir essa absorção lenta, a Caseína acaba sendo consumida em grande parte antes de dormir ou na parte da manhã, sendo no primeiro caso para evitar o longo tempo de jejum de 8 horas e, no segundo, para pessoas que não conseguem manter uma alimentação constante para o desenvolvimento do seu treino, já que ela pode o manter saciado por muito mais tempo enquanto contribui para a manutenção da aquisição de massa muscular.

Por causa da sua baixa dissolução na água, assim que esse produto chega ao estômago, ele se transforma em um gel, o que se deve ao fato de possuir inúmeros peptídeos de prolina e não apresentar pontes dissulfeto. Ou seja, isso acaba mantendo as moléculas de água e gordura agindo como agentes emulsificantes, reduzindo a absorção e liberando gradativamente os aminoácidos presentes.

Benefícios da Caseína

Olhando todos os suplementos utilizados para a aquisição de massa muscular magra, percebemos que a Caseína é o que contém o índice mais alto de glutamina presente em sua composição, sendo algo em torno de 20,5%.

Apesar de a Caseína acabar sendo o melhor suplemento para o desenvolvimento de músculos, o seu valor no mercado é muito caro, não podendo ser algo consumido por todos que desejam se desenvolver, um dos motivos de não vermos constantemente usuários falando sobre os seus benefícios. O que muitos têm feito, e que é até um modo melhor para se utilizar, é a mistura de 1 para 2 de caseína junto com Whey Protein.

Quando misturamos esses dois componentes, obtemos um suplemento mais completo e de alto índice de PDCAA, ficando completo e suprindo todas as necessidades que um corpo necessita assim que finaliza o seu treino e, também, por um longo período de tempo, conquistando melhores resultados, um melhor tempo de descanso entre os treinos e oferecendo o máximo de nutrientes proteicos possíveis para o corpo.

Por último podemos destacar dois fatos:

  • Alto nível de aminos glucogênicos, como a glutamina, arginina e treonina, esses que são responsáveis pela produção de energia e glicose durante a execução do seu treino e diminuindo as chances e efeitos catabólicos nos músculos, ou seja, sempre estimulando o seu desenvolvimento de massa magra.
  • Existem dois aminoácidos muito importantes no corpo, que são a tirosana, responsável precursor dos neurotransmissores de excitação no cérebro; e o triptofano, que fica com a responsabilidade do relaxamento. Quando utilizamos a caseína, ela afeta a produção desses aminoácidos, fazendo com que sua proporção fiquei em 5:1, com alto ganho para o aminoácido tirosina e, lógico, dando muito mais agitação e vitalidade, fazendo com que você se dedique mais aos treinos, consiga ficar mais tempo os praticando e diminuindo o cansaço após a sua realização.