Suplementação

Stanozolol: saiba tudo sobre este anabolizante

Stanozolol

A busca pelo corpo perfeito faz com que muitas pessoas que objetivam o ganho de massa muscular façam uso de medicamentos e suplementos de forma indiscriminada, sem saber exatamente o que estão consumindo, a fim de obter resultados de forma acelerada.

E a classe de substâncias mais utilizadas por quem busca resultados rápidos para ganho muscular, perda de peso e redução de gordura corporal são os esteroides anabolizantes.

Se antes o uso desses produtos era restrito aos fisiculturistas e atletas, hoje, com a popularização das academias e body buildings, os esteroides anabolizantes são consumidos por qualquer pessoa que queira alcançar força muscular e um corpo bem definido.

E o produto mais conhecido e utilizado por atletas, fisiculturistas e esse novo público que vem surgindo nas academias é o Stanozolol, visto que, apesar de não ser o anabolizante mais potente do mercado, é o que apresenta menores chances de causar os graves efeitos colaterais relacionados ao uso de esteroides.

Neste post, falaremos sobre o Stanozolol para que você entenda o que é essa substância, como ela funciona, quais os prós e contras e como consumi-la caso você opte por utilizar o produto. Confira.

O que é o Stanozolol

O Stanozolol – também conhecido como Winstrol – é um esteroide anabolizante sintético derivado da testosterona.

Inicialmente, o Stanozolol era receitado por médicos para o tratamento de anemias e angioedema hereditário e também era utilizado por veterinários com o objetivo de promover o crescimento muscular, estimular o apetite, aumentar a produção de células vermelhas e a densidade óssea em animais debilitados.

Já no mundo fitness, a droga é utilizada em ciclos, por praticantes de esportes, atletas e fisiculturistas, visando a redução da gordura corporal, crescimento da massa magra e definição muscular.

Apesar de não ser um dos esteroides anabolizantes mais potentes do mercado, o Stanozolol se tornou bastante popular por possuir menos chances de apresentar os efeitos colaterais associados aos anabolizantes, como aumento da pressão arterial, retenção de líquidos, e momentos de agressividade, por exemplo.

Em outras palavras, é uma droga que apresenta uma boa relação custo-benefício, com ganhos pequenos, mas poucos efeitos colaterais.

Atuações e benefícios do Stanozolol no corpo

O Stanozolol deve ser utilizado em ciclos e traz resultados na redução da gordura corporal e definição muscular.

No entanto, ao contrário do que muitas pessoas pensam, esse produto não atua diretamente na queima de gordura corporal. O papel do anabolizante é aumentar a massa muscular, proporcionando um maior consumo de energia por parte dos músculos, assim estimulando a lipólise (queima de gordura).

O Stanozolol também atua reduzindo a quantidade de SHBG – globulina responsável por se ligar à testosterona – permitindo que esta circule livremente na corrente sanguínea em maiores quantidades, favorecendo o ganho de massa magra.

Este anabolizante ainda auxilia na metabolização de nutrientes no nosso organismo e tem propriedades “spirose-reverse”, ou seja, a capacidade de levar a água de um local para o outro no corpo. Por isso, o Stanozolol pode melhorar aspectos relacionados às articulações, aumentando a quantidade de líquido nas cartilagens.

Além disso, não promove a retenção hídrica, diminuindo a presença de água subcutânea, melhorando a definição muscular, já que elimina o aspecto de inchaço.

Como utilizar o Stanozolol

O Stanozolol pode ser encontrado em duas formas: injetável e em comprimidos.

Basicamente, as duas apresentam composição química muito similar e fornecem os mesmos resultados. A diferença está na meia vida da droga, que é o tempo para que metade de um medicamento ingerido seja eliminada da corrente sanguínea ou organismo. No caso do comprimido, a meia vida é de cerca de 9 horas, enquanto na forma injetável é de 24 horas.

Um ponto a pesar é que a versão em comprimidos é mais prejudicial ao fígado, já que sofre metabolização hepática, o que pode favorecer o desenvolvimento de doenças neste órgão.

Já a versão injetável não traz impactos ao fígado, visto que sua administração é intramuscular, no entanto, sua aplicação é bem dolorosa e traz incômodo.

As dosagens mais comuns do Stanozolol são de 50 a 100mg diários por via oral (comprimidos) tomadas a cada 6 horas ou de 100mg do esteroide dia sim e dia não para a versão injetável, que pode ser aplicada nas pernas, braços, glúteos e panturrilhas.

Ele pode ser utilizado em ciclos, combinados com outros anabolizantes esteroides, como a Oxandrolona, o Durateston e o Deca Durabolin.

Ao contrário do se imagina, o uso do Stanozolol não é contraindicado para mulheres e é até bastante popular entre o público feminino. Mas para elas, a dosagem recomendada é mais baixa, cerca de 5 a 10 mg diários já trazem resultados bem significativos tanto no ganho de força e volume muscular.

Efeitos colaterais do Stanozolol

O uso indiscriminado do Stanozolol pode trazer diversos prejuízos para a saúde, mesmo sendo um dos anabolizantes com efeitos colaterais mais amenos. Veja os principais:

  • Problemas hepáticos, principalmente com o uso da versão oral do anabolizante;
  • Náuseas e vômitos;
  • Insônia;
  • Proliferação de acnes e pelos pelo corpo;
  • Irritabilidade;
  • Ansiedade;
  • Hipertensão;
  • Agressividade;
  • Características masculinizadas em mulheres;
  • Diminuição da libido;
  • Queda de cabelo;
  • Ginecomastia (aumento das mamas masculinas);
  • Aumento da próstata;
  • Hipertrofia cardíaca.

Contraindicações de uso

O uso desse anabolizante é contraindicado para pessoas que estão ou já estiveram nas seguintes condições de saúde:

  • Problemas cardíacos;
  • Colesterol alto, pois o Stanozolol aumenta os níveis de colesterol drasticamente;
  • Problemas de coagulação;
  • Problemas com abstenção de álcool, pois a combinação com o anabolizante pode prejudicar ainda mais o fígado;
  • Câncer de próstata ou de mama;
  • Níveis elevados de cálcio no sangue;
  • Mulheres que estão entrando na fase de pré-menopausa;
  • Gestantes e lactantes.

O uso desse anabolizante é seguro?

O uso de anabolizantes esteroides é sempre polêmica. São produtos que apesar de trazerem bons resultados também trazem muitos riscos e efeitos colaterais, principalmente se utilizados sem indicação e acompanhamento de um profissional competente.

Já existem no mercado de suplementos outros produtos capazes de aumentar o ganho de massa magra, conferir mais força, resistência e definição muscular sem trazer tantos prejuízos à saúde. São exemplos os suplementos que estimulam a produção de testosterona no corpo, mas não possuem hormônios em sua composição.

O fato é que no Brasil, a venda de esteroides anabolizantes para fim estéticos é proibida, o que obriga os usuários a recorrerem à manipulações, importações feitas em lojas online ou até o mercado negro, o que aumenta muito o risco de efeitos colaterais.

Portanto, o uso de Stanozolol, assim como de qualquer outro anabolizante, não é totalmente seguro e nem recomendado. No entanto, se mesmo assim você decidir utilizá-lo, certifique-se de adquiri-lo em uma loja confiável e com prescrição médica.

Você já conhecia o Stanozolol? Qual a sua opinião sobre esse tipo de produto? Poste o seu ponto de vista nos comentários.