Nutrição

Alimentos com a maior quantidade de proteína; confira quais são

Antes de ler esse artigo, tenho uma pergunta para você: Você tem interesse em demorar muito mais na cama? Quer saber o segredo dos atores pornô e deixar sua mulher LOUCA DE TESÃO? Clique aqui e assista ao vídeo.

A proteína é o nutriente essencial na alimentação de quem deseja desenvolver massa magra e, também, para os que precisam emagrecer. Mas muitos acreditam que ela só pode ser encontrada em carnes, independente de sua origem.

No entanto, existem muitos alimentos que podem oferecer proteína de alta qualidade de lenta e baixa absorção e que se adaptam melhor aos seus objetivos, podendo oferecer uma alimentação variada em nutrientes e, ainda, em sabor, sendo isso muito importante para manter a dieta por muito tempo e não acabar caindo em tentações.

O que são e para que servem as proteínas?

O nosso organismo necessita de proteínas, pois elas são grandes precursoras na formação de hormônios, anticorpos e enzimas essenciais para o bom funcionamento do corpo, sendo que é possível adquiri-las por meio de alimentos que não sejam carnes. No entanto, as proteínas vegetais costumam ser proteínas incompletas, necessitando da suplementação diferenciada para suprir todas as necessidades do corpo para um bom desenvolvimento.

As proteínas são constituídas por pequenas moléculas de aminoácidos essenciais para fornecer material na construção e recuperação de tecidos musculares, que são quebradas durante o processo digestivo, absorvidas pelas células e sendo utilizadas nesse objetivo final.

Elas devem ser consumidas principalmente após a realização de exercícios e atividades que envolvam força e peso, pois elas auxiliarão para que a reconstrução ocorra do melhor modo possível e mais rápido, evitando a fadiga e possíveis lesões que demorem para a sua cicatrização nos músculos.

É importante saber que, quando se aumenta o consumo de proteína, também é preciso tomar mais água, pois o organismo precisa dela para quebrar as moléculas e dar resultados, além dos diversos outros benefícios que a água pode trazer ao corpo quando tomada na quantidade adequada, alimentação e atividades realizadas durante o dia.

Para não se ter déficit de proteína no corpo, é necessário que se coma 1 grama de proteína por quilo que a pessoa tenha. Porém, isso não quer dizer que alguém de 100 quilos tem que comer um bife de 100 gramas que irá suprir todas as suas necessidades, pois cada alimento tem um certo valor proteico, que também vem com outros nutrientes e aminoácidos necessários para o corpo. Vamos dar uma olhada nesses alimentos a seguir.

Principais alimentos com maior quantidade de proteínas

Frango

O queridinho dos praticantes de atividades físicas e estando presentes em grande parte das marmitas, o frango é o alimento com melhor benefício para quem procura um alimento com alto índice de proteína, combinado com baixa caloria e gordura, tendo 32 gramas de proteína a cada 100 gramas do produto.

Soja

Com o mais alto nível de proteínas, de 34 gramas a cada 100 gramas, a soja é uma ótima proteína vegetal, mas que possui muitos intolerantes e pode não ser aceita muito por algumas pessoas devido à sua produção, na grande maioria, ser transgênica.

Carne vermelha

Com muito ferro e vitaminas do complexo B em seus nutrientes, a carne vermelha possui 24 gramas de proteína a cada 100 gramas, podendo ser das opções com mais gordura saturada ou a mais magra, dependendo dos objetivos e da necessidade de cada pessoa.

Ovo

O ovo é um alimento muito utilizado para os que desejam desenvolver massa magra devido à sua versatilidade de consumo e praticidade, já que podemos levar um ovo cozido para qualquer lugar. Ele possui 6 gramas de proteína por unidade, mas é vantajoso, porque seu processo de absorção é mais lento, tendo efeitos mais duradouros no corpo.

Queijo

Um alimento rico em cálcio, minerais e vitaminas, o queijo é essencial para a construção e manutenção da massa muscular, gerando uma grande melhoria para a função metabólica quando consumido. Possui 26 gramas de proteína a cada 100 gramas, principalmente os que são mais brancos, pois possuem menos gordura e trazem mais benefícios para os praticantes de hipertrofia, como o cottage.

Peixes

Com índices variados de proteína, com o mais alto sendo o salmão, com 24 gramas para cada 100 gramas, o peixe é um alimento que traz diversos benefícios para a saúde quando consumido, devido ao ômega 6 e diversos outros nutrientes que ele possui, que contribuem para o antienvelhecimento da pele, diminuindo a flacidez, melhorando o humor, melhorando os níveis de colesterol, diminuindo as chances de desenvolver doenças cardiovasculares, reduzindo pressão arterial, entre diversos outros benefícios.

Pasta de amendoim

Uma proteína para dar uma diferenciada nos sabores comidos e até ajudar na hora que sentimos vontade de comer algo doce (melhor é consumir seu produto integral e sem açúcar), a pasta de amendoim pode oferecer até 9 gramas de proteína em duas colheres de sopa, sendo uma grande aliada na alimentação e trazendo diversas fibras que contribuem com melhor funcionamento do intestino.