Nutrição

Proteína de soja: conheça os seus benefícios no ganho de músculos

Antes de ler esse artigo, tenho uma pergunta para você: Você tem interesse em demorar muito mais na cama? Quer saber o segredo dos atores pornô e deixar sua mulher LOUCA DE TESÃO? Clique aqui e assista ao vídeo.

A proteína é um alimento essencial, principalmente para os que desejam desenvolver massa magra, pois ela é responsável pela reconstrução dos músculos após os treinos, recuperando a fibra muscular, fortalecendo e contribuindo para a sua manutenção, evitando que o corpo acabe entrando em estado catabólico, onde o músculo é utilizado como energia.

O problema é que grande parte das proteínas essenciais e com melhores concentrações encontram-se nas carnes e no leite, um produto não consumido por vegetarianos e, também,  por celíacos e intolerantes à lactose.

Sendo assim, quem é vegetariano não pode correr atrás do corpo que tanto deseja? Lógico que não. Para isso, existe a proteína da soja, que é um ótimo suplemento, com alto índice proteico e valor biológico, além de trazer diversos outros benefícios que apenas a soja é capaz de oferecer.

O que é proteína de soja?

A proteína de soja é extraída de sua farinha desengordurada, de modo que, na finalização, é possível ter uma concentração de 90% de proteínas secas.

Uma proteína de alta digestibilidade, ela possui maior quantidade de aminoácidos anabólicos e de cadeia ramificada (isoleucina, valina e leucina), glutamina e arginina do que outros suplementos encontrados no mercado de suplementação, suprindo todas as necessidades humanas e contribuindo para o controle do colesterol, além da aquisição de massa muscular.

Mas, soja não faz mal?

Existem diversos mitos que cercam a soja há muito tempo e, de tanto serem repetidos, quase todos acreditam que é realmente verdade tudo o que escutam. Um deles é o fato de a soja ser transgênico e afetar o corpo, intoxicando-o e podendo gerar câncer futuramente, o que não existe nenhum estudo científico ou qualquer pesquisa que demonstre isso, sendo apenas um mito que cerca esse produto.

Outro bem comum é que o seu consumo poderá modificar o homem para adquirir características femininas, devido à presença de isoflavonas, hormônio que inibe a produção de testosterona.

O que acontece é que esse hormônio, primeiramente, não afeta o homem a ponto de o afeminar. No Japão, em que a soja é fortemente consumida, a diferença é que os homens possuem menos pelos. Em segundo, quando se há menor produção de testosterona, os músculos se desenvolvem mais devagar ou podendo até não ter evolução.

Leia tambémComo aumentar a testosterona? Confira 13 dicas essenciais

Mas, não precisa se preocupar. Isso só aconteceria se você consumisse uma grande quantidade, visto que as isoflavonas estão em uma quantidade muito pequena na proteína de soja.

Benefícios da proteína de soja

Mas, vamos ao que realmente importa, que é o que você vai ganhar inserindo a suplementação de proteína de soja, independente de ser vegetariano ou não, porque ela não precisa ser consumida apenas por um grupo específico de pessoas. Ela serve para todos e para os mais variados objetivos e necessidades. Vamos dar uma olhada:

  • Proteína de alto valor biológico que é absorvida rapidamente pelo organismo, levando todos os nutrientes e aminoácidos não essenciais rapidamente para o sangue, contribuindo para uma melhor recuperação de resultado do treino que foi realizado;
  • Ao contrário dos mitos que mencionamos acima, esse suplemento possui propriedades anti-cancerígenas e também pode ser utilizado para os que acometeram a doença, pois ela é capaz de diminuir as atividades das células cancerígenas no corpo;
  • Como qualquer outra proteína, ela contribui para o desenvolvimento e reconstrução da fibra muscular, com a vantagem de que todos os seu aminoácidos conduzem melhor a proteína, o que pode potencializar os resultados;
  • Ótimo para mulheres que estão entrando na menopausa, pois ela pode ser capaz de amenizar os sintomas que incomodam tanto nessa fase da vida;
  • Reduz o colesterol e contribui para uma melhora na qualidade de vida, diminuindo os riscos de desenvolvimento de uma doença cardiovascular;
  • Devido à sua grande concentração de proteína, também é indicada para pessoas que desejam perder peso, pois ela dará saciedade por um período mais longo de tempo e evitando os lanchinhos entre um refeição e outra, os famosos por serem no impulso e sempre com alimentos de qualidade ruim para o corpo.