Sexualidade

Como virar um ator pornô: conheça as exigências e requisitos para entrar na indústria pornográfica

Como ser ator pornô dicas
Antes de ler esse artigo, tenho uma pergunta para você: Você tem interesse em demorar muito mais na cama? Quer saber o segredo dos atores pornô e deixar sua mulher LOUCA DE TESÃO? Clique aqui e assista ao vídeo.

Transar com mulheres exuberantes o dia inteiro, fazer posições ousadas, realizar as mais diferentes fantasias sexuais e ainda ser pago por isso, pode parecer o trabalho dos sonhos de qualquer cara, não é mesmo?

Essa visão – um pouco deturpada – sobre o trabalho do ator pornô faz com produtoras de filmes adultos recebam dezenas de e-mails diariamente de homens interessados em seguir a profissão.

Para ter ideia, a tradicional produtora Brasileirinhas – considerada uma das maiores do Brasil – fez um levantamento que mostrou que, por dia, eram recebidos cerca de 50 e-mails de homens que tinham interesse em virar um ator pornô.

Como virar ator pornô

No entanto, ao contrário do que parece, a vida de ator na indústria pornográfica não é nada fácil. A profissão exige mais do que se imagina, desde aspectos físicos e capacidade sexual até desenvoltura técnica com as câmeras.

Se mesmo assim você ainda está animado com a ideia de virar um ator pornô, leia este post e saiba quais são os requisitos para a profissão, como funciona a seleção e muito mais. Confira.

Quais os requisitos físicos para virar um ator pornô?

No que diz respeito às exigências físicas, no geral, é necessário ter uma aparência que remeta à virilidade.

Não é uma regra, mas a maioria das produtoras ainda prefere homens com um bom porte físico e a tradicional ideia de “machão”, visto que a maior parte dos filmes ainda é direcionada para o público masculino e os homens são dominantes sobre as mulheres nas cenas de sexo.

Outra questão física é, obviamente, o tamanho do pau, que não pode ser muito pequeno ou fino. Aliás, caras que têm o pênis avantajado tem mais chance de se dar bem na carreira, se também atender outros requisitos técnicos e profissionais. A prova disso é a lenda do pornô Rocco Siffredi, dono de uma ferramenta de 24 cm.

Quais as exigências técnicas e profissionais?

Além dos atributos físicos, existem também exigências técnicas e profissionais para quem quer virar ator pornô.

Se você está achando que basta chegar, transar com a atriz, gozar e ponto final, está muito enganado.

Para começar, a maioria das produtoras exigirá que você tenha e mantenha uma ereção por no mínimo 40 minutos para gravar uma cena inteira e você só poderá gozar quando tiver permissão do diretor.

E não é só manter a ereção, é deixar o seu pau duro durante todo esse tempo no meio de um set de filmagem, com muita iluminação, pessoas andando pra lá e pra cá, um diretor dando ordens, câmera e equipamentos para todo lado. Isso parece simples para você?

E por falar em set de filmagem, essa é outra exigência importante. Você não pode simplesmente transar com a mulher, tem que ter desenvoltura com as câmeras, dando bons ângulos de filmagem para os cinegrafistas.

Como é o teste para virar um ator pornô?

A forma de seleção pode variar de produtora para produtora, mas de forma geral, o processo consiste em mandar o material – fotos e vídeos – e fazer o teste, caso seja chamado para a seleção.

O teste é prático e envolve o seu desempenho em uma cena de sexo. Como exemplo, vamos citar como é feito o teste para a produtora Brasileirinhas.

Segundo o CEO da produtora, Clayton Nunes, o teste consiste na gravação de uma cena pornô com câmeras, luzes, cinegrafista pedindo ângulo e o diretor dando ordens. O candidato deve manter a ereção durante toda a gravação (no mínimo 40 minutos), precisa se posicionar bem diante das câmeras fornecendo os ângulos necessários e só pode gozar depois que o diretor der a ordem.

Pois é, não é nada fácil virar um ator pornô. Tanto que o atual levantamento da seleção da produtora Brasileirinhas não é positivo. Em 120 semanas de testes, 400 candidatos não apareceram e 44 desistiram na “Hora H”.

Cerca de 80 homens fizeram o teste, mas aproximadamente 50 perderam a ereção e foram desclassificados. Outros 31 também não passaram, pois esqueceram da presença do diretor e cinegrafistas e apenas transaram com a atriz, sem dar ângulo para as câmeras. Ou seja, em todo o processo de seleção, apenas 3 homens foram aprovados.

Nem tudo são flores…

Se mesmo com todas essas informações você ainda quer virar um ator pornô, vale lembrar que nem tudo são flores nesta profissão.

Não é segredo que a maioria dos astros do pornô fazem uso de medicamentos para disfunção erétil como o Viagra, afinal, é praticamente impossível ficar com uma ereção potente e duradoura durante toda a gravação em um set de filmagem em condições naturais. E sabe-se que este tipo de medicamento pode trazer sérios problemas para saúde.

Além disso, há também a questão das DSTs. Atualmente, as produtoras obrigam seus atores a realizar testes de HIV com frequência – o que não acontecia antigamente, tanto que metade da indústria pornô foi dizimada pela AIDS entre os anos 80 e 90. No entanto, outras doenças e infecções não tem um controle assim tão rígido, como a herpes, por exemplo.

Você também deve estar preparado para fazer o que o diretor mandar, que nem sempre serão as suas posições ou atitudes preferidas e também estar com muita disposição para as filmagens, que por vezes levam horas e podem deixar o seu pau meio machucado e esfolado.

E lembre-se, caso você entre mesmo nessa de virar um ator pornô, tenha cuidado ao assinar o contrato com a produtora. Ninguém pode te obrigar a fazer algo que você não queira, mas tudo isso deve estar bem especificado no contrato. E também encontre uma maneira de informar sua família e amigos, pois esta é uma carreira que não fica em segredo por muito tempo. Em algum momento, pessoas vão te reconhecer e você deve estar preparado para críticas e julgamentos, sejam eles positivos ou negativos.

E então? Ainda está animado para virar um ator pornô?