Suplementação

Trembolona: conheça o mais potente esteroide anabolizante do mercado

Trembolona

Quando o assunto é esteroide anabolizante, a Trembolona é certamente o mais potente produto disponível atualmente no mercado.

Uma das drogas mais cultuadas por body buildings amadores e profissionais, a Trembolona eleva o ganho de massa muscular a outro nível, gerando resultados realmente impressionantes.

Mas como tudo tem um preço, nem só de benefícios é feita a Trembolona. Se por um lado este esteroide anabolizante traz resultados incríveis, por outro ele também causa efeitos colaterais relativamente fortes, o que gera – com razão – desconfiança e insegurança no seu uso.

Veja a seguir, tudo sobre a Trembolona e acabe com as suas dúvidas sobre esse esteroide anabolizante. Confira!

O que é a Trembolona?

A Trembolona é um esteroide anabolizante injetável usado por pessoas que buscam ganho de massa muscular, força e perda de gordura de forma acelerada e com resultados impressionantes. Seu uso é comum entre fisiculturistas, body buildings e até atletas profissionais e amadores.

Quimicamente, é uma modificação da molécula original de testosterona, mais especificamente uma alteração pontual no carbono 19 dessa molécula, que garante os resultados do anabolizante sem os efeitos da aromatização (retenção de líquidos e inchaço).

Essa alteração torna a Trembolona ainda mais anabólica que a testosterona, pois quando injetada, aumenta consideravelmente os níveis de IGF-1 no tecido muscular, proteína importante para a hipertrofia e hiperplasia.

Para se ter ideia, em uma escala de anabolismo e androgenicidade, a Trembolona é cinco vezes mais forte que a própria testosterona.

Essa droga foi originalmente desenvolvida para ser utilizada em gados, com o objetivo de aumentar o ganho de peso antes do abate ou evitar a perda de peso durante o transporte. Mais tarde, foi lançada para seres humanos com o nome de Parabolan e apesar de ter tido sucesso terapêutico, a sua produção foi descontinuada em 1997 e nunca mais foi produzida pela indústria farmacêutica para uso humano.

Como ela age e quais os resultados no corpo

Como dissemos acima, a Trembolona é quimicamente muito similar à testosterona e muito mais androgênica que esse hormônio masculino.

Na prática, isso significa que o esteroide anabolizante se liga aos receptores androgênicos com mais facilidade e força, resultando em um aumento significativo de massa magra e perda de gordura corporal.

Além disso, a Trembolona estimula a síntese proteica uma vez que aumenta os níveis de retenção de nitrogênio no músculo, reduzindo o cortisol e outros hormônios glucocorticoides que são muito catabólicos.

Esse anabolizante também melhora a metabolização de diversos macro e micronutrientes aumentando a capacidade do tecido muscular e facilitando a síntese dos substratos necessários para o crescimento dos músculos.

Também contribui para a melhora da vascularização dos tecidos musculares já que atua no aumento das células vermelhas, trazendo mais oxigenação aos tecidos.

Como se pode observar, a atuação da Trembolona no organismo traz diversos benefícios para a construção do corpo perfeito de maneira rápida e eficiente, o que o torna um dos esteroides anabolizantes mais potentes e procurados do mercado.

Efeitos colaterais da Trembolona

Se por um lado os resultados da Trembolona são impressionantes, os efeitos colaterais também são preocupantes e perigosos.

O mais grave é o aumento da pressão arterial, que se não controlada e acompanhada por um médico pode ser elevada a níveis muito perigosos, podendo inclusive levar o indivíduo a óbito.

Outro efeito colateral que pode ser causado pela Trembolona é a ginecomastia (aumento do tecido mamário em homens), problema comum ao uso de anabolizantes.  Apesar da Trembolona ser resistente à enzima aromatase (responsável por converter testosterona em estrogênio), ainda assim ela aumenta ao níveis de prolactina no corpo, hormônio feminino responsável pelo estímulo da produção de leite materno, o que pode favorecer a ginecomastia.

Além disso, esse esteroide anabolizante também causa atrofia testicular, perda de libido, supressão na produção de hormônios da tireoide, queda de cabelo, acne, pele oleosa, problemas renais e hepáticos e aumento dos níveis de colesterol.

Ciclo da Trembolona

Antes de falarmos sobre o ciclo da Trembolona, é importante ressaltar que o uso desse esteroide não é recomendado, pois como se pode observar acima, traz sérios riscos e prejuízos à saúde. Portanto, as informações de ciclos e dosagens contidas nesse artigo possuem apenas caráter informativo.

Primeiramente, a Trembolona não é uma droga para iniciantes ou curiosos e não deve ser utilizada no primeiro ciclo ou por pessoas que não sabem o nível de reação do seu corpo a andrógenos.

Um ciclo comum desse esteroide corresponde a dosagens entre 50 a 100mg sendo injetados um dia sim e outro não, durante 6 a 8 semanas. Esse ciclo refere-se ao uso amador, visto que fisiculturistas e outros profissionais de body building acabam por utilizar doses maiores e diárias.

Também é importante salientar que o uso de Trembolona nunca deve estar associado a nenhum outro tipo de suplemento de testosterona, caso contrário pode trazer sérios danos à saúde.

A venda e uso da Trembolona são proibidos no Brasil. Além disso, esse esteroide não é fabricado originalmente pela indústria farmacêutica. Existe uma versão veterinária, que não é comum no Brasil, e ainda assim, precisa ser convertida para ser usada em humanos, já que no gado ela é injetada de maneira subcutânea com uma pistola. Desta forma, a única forma de obter o esteroide é através de laboratórios clandestinos, o que além de ilegal, é muito perigoso.

Por fim, não há dúvidas de que a Trembolona é uma das drogas mais potentes e versáteis que existem para ganhar massa muscular, força e definição de forma acelerada e simultânea, porém, o custo para sua saúde é alto, pois o esteroide traz graves efeitos colaterais.

Não há nada de errado em utilizar suplementos que ajudem seu corpo no ganho de massa. No entanto, o uso de esteroides anabolizantes é sempre perigoso e na maioria das vezes traz mais efeitos colaterais do que benefícios. Uma alimentação balanceada, exercícios físicos adequados e suplementação natural podem ser um caminho mais longo para alcançar objetivos com o corpo, mais certamente mais seguro e saudável.

Você já conhecia a Trembolona? Tem alguma experiência com esse esteroide para compartilhar? Posta nos comentários.