Sexualidade

Pramil: conheça esta alternativa ao Viagra no tratamento de disfunções sexuais

A disfunção erétil é um problema que atinge um grande número de brasileiros. Estima-se que 4 a cada 10 homens no país tenham essa dificuldade.

Diante desses dados, não é surpresa que medicamentos como o Pramil, que trata esse problema, sejam tão famosos no Brasil.

Seja por curiosidade, para turbinar uma noite especial ou por motivos de saúde, é importante conhecer o medicamento antes de usá-lo. Conheça neste post como o Pramil funciona no corpo, como tomar o medicamento e quais os riscos e possíveis efeitos colaterais. Confira!

O que é o Pramil?

O Pramil é uma versão alternativa de remédio para disfunção erétil ao famoso Viagra. É uma opção menos conhecida e mais barata, mas que possui o mesmo princípio ativo: o citrato de sildenafil.

É indicado no tratamento da impotência sexual e disfunção erétil de causa psicológica, orgânica ou mista.

O medicamento é vendido em três versões: Pramil 50mg (azul), Pramil Forte 100mg (laranja) e mastigável 50mg.

Pode ser encontrado em farmácias, mas por se tratar de um medicamento, só pode ser comprado com prescrição médica.

Como este medicamento funciona no corpo?

O Pramil, viassim como o Viagra e outros medicamentos que tratam a impotência, tem como princípio ativo o citrato de sildenafil, composto que melhora a circulação sanguínea nos órgão genital masculino, proporcionando – mediante estímulo sexual – uma ereção mais longa e duradoura.

Ele potencializa o mecanismo que provoca o relaxamento da musculatura lisa dos corpos cavernosos do pênis, aumentando o influxo de sangue e determinado ereções firmes e prolongadas com apenas alguns estímulos sexuais.

A potência e duração do efeito são proporcionais à dosagem, mas pode durar em média, de 3 a 8 horas.

Como tomar o Pramil?

O Pramil deve ser ingerido via oral, na dosagem indicada pelo médico, com 30 minutos a uma hora de antecedência do ato sexual.

É recomendado o consumo de no máximo um comprimido por dia e seu consumo com bebida alcóolica deve ser evitado.

Quando o uso do Pramil é contraindicado?

O Pramil não deve ser utilizado por homens com problemas cardíacos e que utilizam medicamentos vasodilatadores a base de nitratos ou nitroglicerina, já que sua combinação pode levar a alterações da pressão arterial, com risco cardíaco.

Além disso, pessoas com conhecida hipersensibilidade à droga ou aos excipientes da fórmula também devem evita-lo. Indivíduos que sofrem de retina pigmentosa, devem ter precaução com o uso deste medicamento.

Possíveis efeitos colaterais

Devido sua atuação no corpo, o uso do Pramil pode trazer alguns efeitos colaterais, que só devem ser motivo de preocupação se forem muito intensos, frequentes e persistentes. São os mais comuns:

  • Dor de cabeça;
  • Rubor facial;
  • Tonturas leves e moderadas;
  • Má digestão;
  • Congestão nasal;
  • Distúrbios visuais leves e transitórios com visão com traços coloridos;

No entanto, outros efeitos colaterais podem surgir e sinalizar que o organismo não está reagindo bem ao medicamento, como:

  • Fortes náuseas ou vômito;
  • Dores súbitas no corpo;
  • Sensibilidade aumentada à luz ou visão turva;
  • Taquicardia intensa.

Nestes casos, suspenda o uso do medicamento e informe seu médico sobre o ocorrido. Veja também os efeitos colaterais do uso desregulado do viagra.

Alguns cuidados e considerações

Ainda existe um certo tabu na utilização desses medicamentos, visto que muitas vezes estes são utilizados de forma indiscriminada a fim de reforçar uma masculinidade idealizada. Esse uso “recreativo” do Pramil por homens que não são impotentes não é recomendado pelos médicos e pode trazer prejuízos à saúde em longo prazo.

No entanto, a importância do Pramil para a saúde sexual é inegável. Estudos científicos controlados, envolvendo mais de 2.500 pacientes mostraram que o medicamento é efetivo, seguro, e tem grande potencialidade no tratamento de um grande espectro de disfunções eréteis.

Com a expectativa de vida aumentando, é importante que existam métodos de garantir a sexualidade de pessoas de diferentes idades e níveis de atividade sexual. Remédios como o Pramil são responsáveis pela melhora na qualidade de vida de muitos homens.

Você já conhecia o Pramil? Já fez uso deste medicamento? Deixe sua opinião nos comentários.