Saúde Suplementação

Conheça os malefícios e efeitos colaterais dos anabolizantes

Com a busca pelo corpo perfeito atualmente, é muito comum que várias pessoas tentem potencializar os resultados da prática de atividades físicas e da dieta alimentar com o uso de esteroides anabolizantes, mais conhecidos apenas como anabolizantes.

Esses produtos sintéticos têm como principal objetivo imitar as funções da testosterona no organismo e, por aumentar de forma considerável a massa muscular e óssea, são amplamente utilizados por atletas e fisiculturistas, que visam uma hipertrofia muscular mais rápida e eficiente, que, na mente obcecada de quem pretende ter músculos em evidência, pode não ser conseguida apenas com treinos na academia e alimentação saudável.

No entanto, apesar de favorecer esse ganho de músculos, nem sempre os efeitos da substância são positivos no corpo, podendo causar uma série de complicações à saúde e até levar à morte. Mesmo tendo venda proibida no Brasil, o consumo desses esteroides continua crescendo em larga escala, colocando em risco a vida de muitos esportistas e até de praticantes amadores de atividades físicas, que desconhecem os males dos anabolizantes no corpo e os utilizam sem qualquer informação.

Sabe-se que, ao todo, já foram registrados cerca de 70 efeitos colaterais causados pelo uso inadequados desse veneno para a saúde. Por isso, no artigo de hoje, você vai conhecer os principais malefícios e efeitos colaterais dos anabolizantes para o corpo! Vamos lá?

O que são esteroides anabolizantes?

maleficios-dos-anabolizantes

Os esteroides anabolizantes – ou apenas anabolizantes, como são popularmente conhecidos – nada mais são do que hormônios sintéticos produzidos a partir de testosterona, o hormônio responsável por todas as funções do organismo masculino.

Apesar de serem proibidos no Brasil, eles são utilizados por um grande número de atletas, fisiculturistas e praticantes de atividades físicas amadores que têm como principal objetivo aumentar a massa muscular de maneira rápida e eficiente, a partir do aumento da força e resistência durante os treinos.

Em geral, eles são encontrados em forma de comprimidos, cápsulas e injeções. Comumente, muitos esportistas são pegos em exames anti-doping por conta do uso de anabolizantes, sendo desclassificados das competições. A rigidez dos órgãos e comitês esportivos para com o uso de esteroides se deve aos inúmeros malefícios e efeitos colaterais comprovados pela ciência que essas substâncias podem trazer à saúde física e mental, tanto em homens quanto em mulheres, se usadas de forma indiscriminada.

Muita gente não sabe, mas os esteroides anabolizantes estão inseridos em uma classe de drogas medicinais que são utilizadas legalmente para tratar algumas doenças ou males à saúde. Por isso, não é a substância em si que causa problemas ao organismo, mas o seu uso indiscriminado, sem prescrição médica.

Malefícios e efeitos colaterais dos anabolizantes

efeitos-colaterais-dos-anabolizantes

Como falamos anteriormente, os esteroides anabolizantes são capazes de trazer vários problemas de saúde quando usados de forma abusiva e sem prescrição médica. Vamos te mostrar os principais e mais perigosas a seguir:

Problemas mentais

Apesar de não provocarem a sensação de euforia no cérebro, já que não favorecem a elevação rápida de dopamina, como é o caso de outras drogas, os esteroides anabolizantes podem causar alterações no humor e comportamento do indivíduo, principalmente se utilizados a longo prazo.

Inclusive, especialistas defendem que essas substâncias podem contribuir de forma significativa para problemas psiquiátricos, deixando o usuário agressivo, com sintomas de ciúme patológico, delírios, irritabilidade extrema e, por se achar invencível, pode ter as condições de julgamento prejudicadas.

Dependência química

Vários estudos feitos pela ciência comprovaram que o uso indevido de esteroides anabolizantes pode causar dependência potencial, assim como outras drogas viciantes. Dentre os sintomas observados nos usuários dessas substâncias estão abstinências, oscilações de humor, impaciência, fadiga, insônia, falta de apetite, perda do desejo sexual, além de depressão, que é o sintoma mais perigoso, podendo levar ao suicídio.

Doenças cardíacas

Por elevar de forma grave o colesterol ruim (LDL) e reduzir o colesterol bom (HDL), o uso de esteroides anabolizantes também pode causar doenças cardíacas, como infartos, já que aumenta a incidência de obstrução das artérias, até mesmo em usuários jovens.

Outros malefícios à saúde

  • Insuficiência renal;
  • Acne severa;
  • Tumores no fígado;
  • Tremores;
  • Icterícia (pigmentação amarelada na pele, fluidos corporais e tecidos);
  • Problemas nos tendões e ligamentos;
  • Aumento do risco de hepatite e HIV (nas versões injetáveis);
  • Aumento da pressão arterial;
  • Incidência de coágulos de sangue;
  • Morte súbita.

Efeitos colaterais em homens:

  • Redução da quantidade de esperma;
  • Diminuição dos testículos;
  • Calvície;
  • Infertilidade;
  • Elevação do risco de câncer de próstata;
  • Impotência sexual;
  • Ginecomastia (desenvolvimento de seios).

Efeitos colaterais em mulheres

efeitos-colaterais-anabolizantes-em-mulheres

  • Alteração ou interrupção do ciclo menstrual;
  • Crescimento de pelo facial;
  • Engrossamento da voz;
  • Crescimento do clitóris;
  • Calvície de padrão masculino.

Efeitos colaterais em adolescentes

  • Aceleração das mudanças da puberdade;
  • Crescimento interrompido devido à maturação esqueletal.

Anabolizantes X Suplementos

Vale ressaltar que os esteroides anabolizantes não são a mesma coisa que os suplementos esportivos usados para aumentar a massa muscular. Mesmo necessitando de um acompanhamento médico ou nutricional e tendo uso controlado, os suplementos alimentares não são proibidos no Brasil e tampouco causam os mesmos efeitos colaterais dos anabolizantes.

Estes últimos, por sua vez, têm o uso proibido e só devem ser consumidos sob prescrição médica, em caso de doenças graves. Não compre esse tipo de produto por meio de comércio ilícito. Em caso de dificuldade para ganhar massa muscular, procure ajuda de um especialista!