Exercícios físicos Saúde

Saiba qual é a importância da hidratação nos treinos de musculação

Estima-se que 60% a 70% do nosso corpo é constituído de água e, se usarmos apenas os músculos para fazer essa métrica, essa média crescerá muito, podendo chegar a 75% ou mais de concentração de água presente neles.

A água é mais vital do que comida para que o nosso corpo possa funcionar corretamente e evitar diversos problemas de saúde. Ela é importante para conduzir as células pelo corpo, regular a temperatura corporal e, também, transportar oxigênio e diversos organismos pelo corpo e, principalmente, para os músculos.

O recomendado de ingestão de água diária é de 2 litros e meio para pessoas que praticam apenas atividades normais, mas precisamos perceber que esse valor pode não ser válido quando estamos praticando atividades físicas intensas, porque eliminamos grande parte de líquidos pelo suor, podendo eliminar 1 litro de água pelo suor por hora de exercícios e deixando nosso corpo em déficit de água para hidratar o corpo e trazer todos os benefícios, podendo aumentar as chances de desenvolvimento de lesões e até de doenças mais graves.

Os perigos da desidratação

Geralmente, acabamos não nos atendo do quanto transpiramos durante a prática de atividades físicas e o quanto que isso pode ser rápido. Se esses líquidos perdidos, que possuem muitos sais minerais, não são repostos, podemos nos sentir cansados mais rapidamente e adquirir lesões, além de problemas mais sérios de saúde.

É importante falar que, dependendo da intensidade das atividades praticadas, até por causa da perda de sais minerais que mencionamos, apenas beber água pode não ser o suficiente, precisando de isotônicos ou suplementos que possam hidratar melhor o corpo.

Quando estamos com uma perda de líquidos, em média, de 10% no corpo, o ritmo cardíaco aumenta porque o volume sanguíneo diminui, além de causar tonturas, falta de concentração, espasmos musculares e formigamento nas extremidades do corpo. Quanto maior for a desidratação no corpo, mais grave serão os sintomas, podendo ser fatal se chegar a 20%.

Ou seja, além de dificultar o desenvolvimento dos músculos, por não ter a água necessária para conduzir os nutrientes, ainda pode levar a problemas mais sérios para a saúde.

Como se hidratar corretamente?

Além de se hidratar, é importante se ater para não ficar muito tempo sem ingerir líquidos, principalmente durante os treinos, que é quando o corpo mais necessita de que os nutrientes possam ser transmitidos corretamente pelo corpo.

Antes de praticar exercícios, beba 500 ml de água 2 horas antes de ir para seu treino e mais 250 ml um pouco antes de começar suas séries para garantir que o corpo esteja adequadamente hidratado.

Durante o exercício, é bom sempre ter um squeeze por perto e ingerir 300 ml em intervalos, no máximo, de 20 minutos e, no mínimo, de 10 minutos. No começo pode ser difícil beber tanta água devido à falta de costume, mas depois você perceberá que ficará mais fácil e, também, os seus resultados serão muito melhores e mais rápidos depois de começar essa rotina.

Os líquidos bebidos após a prática de atividades físicas é uma das partes mais importantes. Para isso, se pese antes e depois da academia, provavelmente você vai ter perdido algum peso. Então beba 500 ml a cada meio quilo perdido durante as próximas 2 horas para poder se reidratar. Mas, não pare por aí! Lembre-se de beber água durante todo o dia.

O que beber também é importante

Saiba escolher como vai hidratar o seu corpo, evitando utilizar produtos que podem não hidratar corretamente ou acabar trazendo consequências, como alta taxa glicêmica e ingestão de muito sódio.

Qualquer bebida que contenha cafeína, gás e álcool deve ser evitado, porque aumenta a produção de urina, também não sendo recomendado sucos de frutas por possuírem muito açúcar e não hidratarem corretamente, funcionando melhor como se fossem alimentos.