Exercícios físicos Nutrição Saúde

Cutting: entenda o que é e como praticá-lo na musculação

Se você chegou até esse artigo, já deve saber tudo sobre o bulking, que é o primeiro ciclo desse desenvolvimento de massa muscular. Se não sabe, vamos dar um resumo para que você não esqueça a primeira parte, que é muito importante para conseguir ter resultados positivos nessa técnica.

Bulking consiste em um ciclo onde geramos massa muscular, fortalecemos e desenvolvemos a massa magra sem nos importar em reduzir a gordura corporal, ao contrário, até aumentando a nossa ingestão calórica para poder ter bons resultados. Alguns fazem essa primeira fase sem se importar com o que estão ganhando, se massa magra ou gordura, mas isso não é o mais recomendado e pode fazer mal para a saúde.

Depois que se passa por essa fase em que muitos poderão te olhar e falar que você é apenas um “gordo que malha”, vem o momento em que as mudanças no corpo são mais visíveis e onde que os resultados são satisfatórios, que é o cutting.

O que é cutting?

Cutting é o momento em que todo excesso de gordura que temos ou que adquirimos durante o processo de bulking é eliminado, focando apenas na massa magra e na definição corporal.

Toda aquela energia que estávamos consumindo para poder sustentar o corpo e aguentar os treinos pesados diminuem drasticamente, dando um choque no corpo e aumentando o gasto calórico. Por isso, o emagrecimento tão rápido.

A dieta durante esse processo costuma diminuir muito os carboidratos para forçar o corpo utilizar a gordura que temos para gerar essa energia, e não esquecendo de consumir muita proteína e água, pois elas serão essenciais para que o desenvolvimento dos músculos seja o melhor possível.

Leia também:

Durante o processo de bulking, algumas pessoas acabam retendo um pouco de líquido no corpo, sendo necessário um pouco de uso de diuréticos para eliminar esse acúmulo e melhorar a definição muscular.

Se olhando para esse artigo, você chegou a cogitar na possibilidade de iniciar o cutting sem ter passado pelo bulking, isso pode ser um grande erro e prejudicar a sua saúde, porque não podemos iniciar essa dieta e as atividades físicas mais intensas se não desenvolvemos nossa massa magra, que irá dar forças para que o processo seja realizado rapidamente e não consumindo nossa massa magra.

Como fazer o cutting?

Reduzir a ingestão de calorias durante esse processo é o requisito número um, mas com cuidado. Sem um especialista acompanhando de perto para você não acabar tendo um déficit muito grande de ingestão de calorias que possam prejudicar o seu corpo e o desenvolvimento de todo o trabalho, você pode prejudicar a sua saúde.

Apesar de muitos optarem por exercícios aeróbicos e cardiovasculares que mexam muito com o corpo, sua prática é opcional, podendo contribuir para o desenvolvimento, mas também tendo que ser orientado por um profissional para não acontecer o mesmo problema de quando se restringem as calorias.

Mesmo parecendo uma prática fácil de ser feita, com o consumo a mais de calorias e depois as cortando, quando essa técnica não é feita com o acompanhamento de um profissional, pode acontecer de você ganhar muito peso e não conseguir perder depois, acabar perdendo massa magra ao invés de ganhar e desenvolver diversos problemas de saúde.

Por isso, sempre tenha um profissional acompanhando de perto todos os seus resultados e te orientando, até porque nem sempre os resultados podem acontecer tão rápido e é preciso analisar o porque isso acontece com você, já que cada corpo funciona de um modo diferente e com suas peculiaridades.

No início do cutting, você poderá sentir um pouco de fraqueza e não conseguir realizar os treinos de musculação com tanta eficiência quanto antes. Isso acontece devido à queda nas calorias que você está consumindo durante o dia. Então, o seu treinamento precisará ser ajustado para se adaptar a esses novos costumes, evitando que você tenha fadiga excessiva e possa até entrar em overtraining se não se ater sobre os esforços excessivos que está gerando.