Sexualidade

Você conhece o anal giratório? Saiba o que é e como fazer!

Anal giratório

Apesar de ainda ser um tabu para muita gente, o sexo anal conquista cada vez mais adeptos – sejam homens ou mulheres – já que quando bem feito, pode ser muito prazeroso para ambos.

Se você está entre os amantes da prática, saiba que existem diversas modalidades de sexo anal por aí e uma das mais emblemáticas é certamente o anal giratório.

Não faz ideia do que estamos falando? Então leia este post e desvende essa posição sexual.

O que é o anal giratório?

De acordo com o dicionário informal, o anal giratório é o “ato de posicionar estrategicamente o orifício anal da mulher sobre a gleba de um homem de modo que a mulher possa executar movimentos livres de rotação sobre o eixo vertical numa altura confortável e que proporcione prazer sexual ao parceiro que a perfura através de uma abertura especial na parte de baixo do apoio giratório“.

Parece complicado não? Então vamos simplificar.

O anal giratório é uma posição sexual onde há a penetração do pênis no ânus, seguido de giros de 360º que podem ser executados tanto pelo passivo como pelo ativo. Ou seja, após a penetração no ânus, são feitos movimentos circulares ao invés movimentos de entra e sai.

De onde surgiu o anal giratório?

Se você está curioso para saber de onde surgiu essa modalidade no mínimo excêntrica, saiba que não existe uma resposta certa.

Acredita-se que alguns canais de comunicação tenham noticiados imagens de anúncios de garotas de programa (daqueles adesivos que eram colados em telefones públicos) fazendo publicidade de seus serviços, entre eles, o misterioso anal giratório, citado como um “bônus” para os clientes, uma espécie de diferencial da concorrência.

Isso despertou a curiosidade dos adeptos do sexo anal e fãs de novas posições sexuais e a coisa se espalhou, tudo graças ao espírito marqueteiro de algumas profissionais do sexo.

O fato é que não dá para saber se a prática já existia em eras antigas e outras civilizações, mas podemos atribuir a expressão “anal giratório” à publicidade das garotas de programa. E mesmo que não tenham sido elas as criadoras da posição, ainda assim, ajudaram muito a divulgar e popularizar a prática.

Como fazer o anal giratório na prática?

Na prática, o anal giratório é uma modalidade de sexo que exige certa habilidade e controle corporal. Portanto, deve ser praticado por quem já tem o costume de fazer sexo anal e nunca como uma forma de começar os trabalhos.

Existem duas formas básicas de fazer sexo anal giratório:

  • O passivo gira sobre o ativo: o homem deve ficar deitado em uma superfície estável e de barriga para cima. Então a mulher vem por cima dele, encaixa o ânus no pênis e após a penetração, começa a girar o seu corpo com a ajuda dos pés e das mãos tendo o pênis como eixo;
  • O ativo gira sobre o passivo: a mulher deita de barriga para baixo em uma superfície plana e dobra os joelhos como se estivesse de quatro, mas em um ângulo mais inclinado, com as nádegas para cima. Então o homem vem por cima, penetra o pênis em seu ânus e começa a girar sobre ela com a ajuda das palmas das mãos e dos pés para fazer a rotação e manter o equilíbrio.

E para quem quer ir além do básico, já existem cadeiras e apoios giratórios disponíveis no mercado erótico, específicos para facilitar a prática da modalidade.

Porque essa posição faz sucesso?

É fato que o anal giratório faz sucesso, afinal, existe todo um fetiche por posições mais excêntricas e que exigem habilidade, além das fantasias já relacionadas ao sexo anal.

Mas além da curiosidade e do fetiche, o sexo anal giratório pode ser muito prazeroso tanto para o homem como para a mulher.

Esse movimento de rotação ao redor do pênis pode causar um prazer indescritível ao homem, pois além da pressão e sucção causadas pelo ânus, os movimentos circulares causam um tipo de prazer totalmente diferente da penetração tradicional.

Já para as mulheres também pode ser excitante, já que apenas o movimento de vai e vem pode ser desconfortável, pois muitos homens não têm a delicadeza ou expertise de introduzir o pênis no ânus da mulher de forma prazerosa, o que acaba causando mais dor do que prazer. Além disso, com o anal giratório, o pênis pode alcançar determinadas zonas erógenas que não atingiria somente com o clássico “vai e vem”.

Para os praticantes de sexo anal, vale a pena experimentar. A dica é sempre utilizar bastante lubrificante à base de água para facilitar a penetração e começar devagar, dentro dos seus limites e da sua parceira.

Você já conhecia o anal giratório? O que acha da posição? Tem vontade de experimentar? Deixe sua opinião nos comentários!